• FECHAR PUBLICIDADE

    Compartilhar em:

    29 janeiro 2020
    KARLOSILVA

    O Centro Cultural Trampolim da Vitória abriu oficialmente as portas  para o público na tarde desta terça-feira (28). A abertura aconteceu 77  anos após o histórico encontro entre os presidentes do Brasil, Getúlio  Vargas, e dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, durante a Segunda  Guerra Mundial 
    O encontro aconteceu às margens do Rio Potengi, no ano de 1943, de  onde os dois presidentes saíram em direção a uma visita até a então base  americana, localizada em solo parnamirinense. A área hoje abriga a Ala  10, unidade da Força Aérea Brasileira. 
    Como ato simbólico, a Prefeitura de Parnamirim proporcionou aos  visitantes e autoridades presentes, o reencontro entre as duas  personalidades, revivendo o acontecimento.  “Hoje, oficialmente, estamos abrindo as portas do centro cultural, não  somente para a população de Parnamirim, mas de todo o estado. Este é um  equipamento único, gerando emprego e renda para o município, ofertando  pelo menos 300 empregos diretos”, destacou o prefeito Rosano Taveira.
    De acordo com Paulo Junzo, diretor geral do Centro, reviver esse  histórico encontro é muito simbólico visto que o Centro cultural tem  como proposta remontar o período da segunda guerra e a influência que a  passagem dos americanos exerceu para a história do município. 
    O público visitante que prestigiou a abertura elogiou a iniciativa.  Foi o caso de Maria Eduarda da Silva. “Muito bom, fascinante! Esse  espaço era para existir a muito tempo, pois nosso estado tem uma  história muito rica que precisa ser mais divulgada”. 
    O engenheiro Geraldo Antas levou os netos para conhecer o espaço.  “Acompanhamos todo o cortejo desde a Rampa até aqui. Gostei, meu pai era  ex-combatente e conheço muito da história da Segunda Guerra, achei  importante trazer meus netos para conhecer também”. O Centro Cultural está aberto para visitação, de domingo a domingo,  sempre das 9h às 17h. Ao longo deste primeiro mês de funcionamento, a  entrada será totalmente gratuita.

    Desativado há mais de sete anos, o Posto Fiscal de Caraú, localizado às margens da BR-101 no município de Canguaretama, próximo à divisa com a Paraíba, deverá ser reinstalado pelo Governo do Rio Grande do Norte até o fim deste ano. A medida é avaliada pela Tributação como uma das estratégias para aumentar a arrecadação de impostos no Estado nos próximos anos.
    Em novembro de 2019, o Governo do Estado contratou uma empresa especializada para elaborar o projeto de reestruturação do posto fiscal. Segundo o Diário Oficial, o serviço está sendo prestado pela Start Pesquisa e Consultoria Técnica LTDA, ao custo de R$ 186,4 mil. Os recursos são provenientes do programa Governo Cidadão.
    Além do de Caraú, a empresa também vai elaborar um projeto para a reforma de outro posto fiscal: o do município de Passa e Fica, que está localizado na região Agreste Potiguar e que está perto também da divisa com a Paraíba, mas através da rodovia estadual RN-093. Este posto também foi desativado sete anos atrás.
    Para o secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, a desativação dos postos fiscais no Rio Grande do Norte, como o de Caraú, influenciou o aumento da sonegação de impostos no Estado na última década.
    “O Estado abriu mão de um mecanismo de cobrança. O contribuinte que chegasse ao posto fiscal com alguma inadimplência só poderia sair com o imposto pago”, lembrou o secretário, em entrevista na última segunda-feira (27) ao programa Manhã Agora, da rádio Agora FM (97,9).
    Até 2011, o Rio Grande do Norte tinha postos fiscais montados nas principais rodovias que ligam o Estado à Paraíba e ao Ceará, estamos limítrofes. As instalações funcionavam como uma barreira, pela qual caminhões tinham obrigatoriamente de passar.
    Nos postos fiscais, mercadorias sem nota ou compras efetuadas por empresas inadimplentes com o Fisco poderiam ficar retidas na entrada do Estado até que as obrigações fossem regularizadas.
    Na época, a justificativa para a reativação dos postos foi o avanço da tecnologia. A proposta era que, junto com a implantação da nota fiscal eletrônica, o Estado criasse outros mecanismos de cobrança e intensificasse a fiscalização móvel, por meio de postos volantes.
    Carlos Eduardo Xavier explica, porém, que só a nota fiscal eletrônica foi implementada. “Não conseguimos criar um mecanismo de cobrança tão eficiente quanto a retenção de mercadorias, tampouco a gente conseguiu reforçar a fiscalização. Quando se faz um projeto em cima de um tripé, e só se constrói um, esse projeto cai”, compara o atual secretário de Tributação.
    Com a nota fiscal eletrônica, a fiscalização sobre compras devidamente registradas foi estruturada. Por outro lado, houve queda no combate à sonegação nos casos de compras sem emissão da nota. “Quando o Estado abriu mão disso (posto fiscal), o empresário deixou o ICMS para o fim da fila de pagamentos dele. A dívida ativa foi crescendo”, assinala Carlos Eduardo.
    Outro fator que contribuiu para a desativação dos equipamentos foi a reclamação de transportadores quanto à burocracia que envolvia a conferência de cargas.
    Não há previsão de quanto a arrecadação subiria caso todos os postos fiscais que existiam no Estado há dez anos. Além do de Caraú, o Governo do Estado também avalia abrir até o próximo ano outro posto fiscal, desta vez na fronteira com o Ceará, em parceria com o governo.
    Secretário sugere concurso
    Com a reinstalação do posto fiscal de Caraú, o secretário de Tributação defende a realização de um novo concurso público para auditor fiscal no Estado, para incrementar os quadros da pasta. Segundo Carlos Eduardo Xavier, o atual quadro de auditores é “envelhecido” e “enxuto”.
    Como a despesa com pessoal do governo estadual está acima dos limites máximos impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a proposta de Carlos Eduardo Xavier é um acordo com o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado (MPjTCE), para que novas contratações sejam permitidas.
    “O último concurso foi em 2004. Todos os dias eu assino uma ou duas aposentadorias. A gente vai pensar em propor ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para contratar auditor. Ao contratar auditor para posto fiscal, está automaticamente aumentando a arrecadação do Estado”, afirmou o secretário. Atualmente, há 366 auditores fiscais lotados na Secretaria Estadual de Tributação.

    O prefeito Rosano Taveira recebeu na manhã desta segunda-feira, 27, o novo diretor do Centro Cultural Trampolim da Vitória, Paulo Junzo Hirasawa. O paraense de 52 anos é natural da cidade de Tomé-Açu e chega à cidade com a missão de dirigir o novo espaço de cultura e turismo que abre suas portas ao público nesta terça-feira, 28, às 16h.
    Junzo é egresso da Academia da Força Aérea, que é a Escola de Ensino Superior da Aeronáutica, graduado em Administração e também é Engenheiro Eletrônico formado pelo ITA – Instituto Tecnológico da Aeronáutica. Vindo de Brasília, o novo diretor assume suas atribuições no Centro Cultural Trampolim da Vitória, que abre suas portas para a população nesta terça-feira, num evento que deve suceder um momento histórico para Parnamirim. A Conferência do Potengi será revivida por atores, recriando o percurso feito pelos presidentes Getúlio Vargas e Franklin Roosevelt, do Museu da Rampa até o Centro Cultural Trampolim da Vitória.
    Rosano Taveira deu as boas-vindas ao novo diretor e se colocou à disposição para juntos, transformar o CCTV num dos principais pontos de visitação turística do Rio Grande do Norte. Muito satisfeito com a receptividade que teve em Parnamirim, o novo diretor se disse motivado a iniciar o novo desafio. “Queremos fazer do Centro Cultural um espaço não só de turismo, mas também de ciências e tecnologia. A expectativa para a abertura é a melhor possível”, disse.
    A programação terá início às 15h no Museu da Rampa, em Natal, de onde saíra um comboio com dois atores caracterizados como personagens da época, seguido de autoridades e personalidades dos setores cultural e turístico. O comboio percorrerá a Avenida Duque de Caxias, até o Grande Hotel, na Ribeira. De lá o percurso se estenderá pela Avenida Gustavo Cordeiro de Farias, seguindo pela Hermes da Fonseca, Avenida Salgado Filho, BR-101, até chegar ao Centro Cultural.
    Para comemorar a abertura para a população, o Centro Cultural terá a visitação de forma totalmente gratuita ao longo do primeiro mês. O Centro Cultural funcionará no horário das 9h às 17h.

    O Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte denunciou nesta segunda-feira (27) 22 pessoas, entre elas uma advogada, por tráfico internacional de drogas. De acordo com o MPF, o grupo, que é ligado à facção criminosa Comando Vermelho, comercializou mais de 500 kg de cocaína e 120 kg de maconha entre 2017 e 2019. Os acusados foram alvo da chamada Operação Expresso.
    Os procuradores afirmam que a organização criminosa tem atuação no estado potiguar e também no Acre. Segundo o Ministério Público Federal, os réus “se associaram para o fim de praticar, de forma reiterada e profissional o tráfico ilícito de entorpecentes em âmbito transnacional, com desenvolvimento de organização criminosa estruturalmente ordenada”. A cocaína era trazida da Bolívia e entrava no Brasil através do Acre. Já a maconha era levada para a região Norte a partir do RN.
    A organização também executava as tarefas de transporte, armazenamento, coleta, transformação química e distribuição das drogas. Parte do grupo é acusada, ainda, de ocultação e simulação dos valores obtidos com o tráfico.
    Segundo a Polícia Federal, com a “interceptação e realizando diversos cruzamentos de dados, fica clara a existência de um grupo voltado para o tráfico de drogas que abastece o estado do Rio Grande do Norte.” Também ficou evidente, segundo o MPF, que a organização buscava a aquisição ilegal de armas de fogo e que seus integrantes utilizavam documentos falsos para dificultar a identificação.
    O MPF afirma que os denunciados, com diferentes funções e graus de participação, devem responder pelos crimes de tráfico transnacional de entorpecentes, associação para o tráfico, organização criminosa e lavagem de ativos.
    Diálogos interceptadosDe acordo com o Ministério Público Federal, a investigação teve início a partir da apreensão de aparelhos telefônicos na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, em 2017. A PF passou a monitorar as atividades do grupo. Entre as provas da investigação, estão 10 períodos de interceptação telefônica, autorizados pela 2ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte, entre 2017 e 2019. Mesmo com a apreensão de drogas e prisão de integrantes, a organização permaneceu ativa.
    A PF relatou que “termos dissimulados como ‘mistura’, ‘branco’, ‘malote’ e por vezes até termos explícitos como ‘droga’ são constantes usados” pelos investigados. Os diálogos monitorados mostram toda a operação criminosa, como a articulação para aquisição de imóveis e veículos, além dos serviços de adaptação de fundos falsos e assoalhos para o esconderijo das drogas, chamado de “mocó”. O MPF diz que também foi possível conhecer a rotina e logística da organização, como a constante troca de números de telefone, negociações de preços e discussões sobre a “qualidade” das drogas.
    OperaçõesEm 13 de março de 2018, policiais rodoviários federais apreenderam ônibus pertencente a essa organização criminosa, na BR 364, em Mato Grosso, com quase 245 kg de cocaína embaixo do assoalho. Já em 5 de junho do mesmo ano, o líder do grupo, Gilson Limeira da Silva (conhecido como “Mossoró”) foi preso em flagrante com 10 kg de droga, quatro veículos e cerca de R$ 100 mil em espécie. Ainda assim, a denúncia ressalta que “a facção criminosa continuou atuando e escalou outros agentes para continuar o processo de tráfico internacional de entorpecentes”.
    Em 29 de junho, a PF monitorou a chegada na Região Metropolitana de Natal de uma carreta do grupo com 277 kg de cocaína em fundo falso. A droga seria descarregada em um sítio em São José de Mipibu, na Grande Natal.G1

    Compartilhar em:

    25 janeiro 2020
    KARLOSILVA

    A partir de hoje (25), a KSTV inicia a sua programação externa, com gravações do cotidiano mipibuense e da região agreste potiguar.Confiram a nossa cobertura do aniversário do amigo e colega de bancada no Jornal das Onze, Juninho Rebouças que também adere ao nosso projeto.

    KSTV- A TV QUE A GENTE ASSISTE!

    PROGRAMA BOA NOITE CIDADEZAP KS ::: (84) 99457-0533 :::

    Posted by Karlosilva Silva on Saturday, January 25, 2020

    Os ocupantes de cargos comissionados no Governo do Estado têm até o dia 20 de fevereiro para informarem se pretendem disputar a eleição deste ano. Isso porque pelo calendário eleitoral, eles precisam se desincompatibilizar dentro do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral.
    A medida visa garantir ao governo trabalhar as possíveis substituições sem prejuízo do serviço público.
    Com isso, o Governo do Estado, por meio do Gabinete Civil, já informou a todos os gestores sobre o prazo para que os cargos comissionados informem se vão participar da disputa eleitoral.

    Compartilhar em:

    24 janeiro 2020
    KARLOSILVA

    Formalizar um intercâmbio entre o Rio Grande do Norte e a região administrativa de Macau, na China, foi o objetivo da audiência desta sexta-feira, 24, entre a governadora Fátima Bezerra e o presidente e vice-presidente da Câmara de Desenvolvimento e Negócios Brasil-China (CDNBC), Chi Rongbiao e Felipe Martins Rocha. Eles convidaram oficialmente o Governo do RN para o Fórum Internacional de Turismo que acontece no próximo mês de abril em Macau.
    “A China trabalha com planejamento e alta tecnologia. É o país que mais cresce no mundo e está presente no RN nos setores de energia eólica, solar e petróleo”, destacou Fátima. Ela considera a China como um dos parceiros prioritários e lembra que recentemente o país abriu seu mercado para a importação do melão produzido no RN.
    A governadora disse aos visitantes que o Rio Grande do Norte tem mercado aberto ainda para investimentos em mobilidade com implantação e operacionalização de linhas de metrô, VLT’s e trens. Lembrou também que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) estuda a viabilidade da implantação do VLT em Natal e região metropolitana.
    “Nosso objetivo é trazer empresas chinesas ao RN. Temos interesse na fabricação de produtos para as áreas de energias renováveis, serviços e Turismo”, informou Rongbiao. Os chineses também têm interesse nas áreas de mobilidade, de educação, serviços e na importação de alimentos regionais.
    Macau tem 660 mil habitantes e, segundo Felipe Martins, recebe diariamente 500 mil visitantes asiáticos, o que quase dobra a sua população. “Temos um grande mercado consumidor que busca novidades. E temos tecnologia e potenciais investidores interessados em ampliar negócios. Vemos no Rio Grande do Norte grandes oportunidades que se adequam às demandas dos chineses e um amplo leque de possibilidades para os investimentos chineses aqui”, registrou Felipe Martins.
    Na reunião, que contou com a participação do vice-governador Antenor Roberto, dos secretários de Estado, Ana Costa (Turismo), Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico) e Leon Aguiar, diretor do Idema, a governadora determinou que eles ficarão responsáveis pelos contatos com a Câmara de Desenvolvimento e Negócios Brasil-China, com o objetivo de consolidar investimentos e facilitar negociações entre empreendedores locais e de Macau.

    Um dos suspeitos de ter matado o professor Eliezel Urbano, de 42 anos, se apresentou à Polícia Civil nesta quinta-feira (23) e confessou ter esfaqueado a vítima durante uma briga, em uma casa da praia de Barreta, em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal. O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira (22). Como não foi preso em flagrante, o homem acabou sendo liberado.
    Segundo a Polícia Civil, dois dos três homens que estavam na casa com o professor e um colega dele se apresentaram à delegacia, acompanhados de advogado. Um confessou que esfaqueou o professor enquanto o outro declarou que não teve participação no crime. O terceiro suspeito também teria tido envolvimento na briga, mas ainda não foi encontrado.
    O crime aconteceu na madrugada da quarta-feira (22), durante uma bebedeira na casa de praia. A vítima sofreu pelo menos oito cutiladas, de acordo com a polícia. Eliezel estava em uma casa com outro amigo professor e a dupla teria chamado outros três rapazes para beberem juntos. Conforme a polícia, Eliezel era homossexual e teria assediado um dos rapazes, que não gostou e começou uma confusão, na qual a vítima foi esfaqueada.
    De acordo com a Delegacia de Nísia Floresta, o assassino confesso não permaneceu preso porque livrou o flagrante e agora só pode ser detido por força de mandado judicial. Mais informações sobre as investigação não foram dadas.